01 dezembro 2010

O Mês do Natal...


Olá a todos! Estamos a chegar ao fim do primeiro dia do mês de Dezembro. Com a entrada deste mês, entramos no mês em que se comemora o Natal e infelizmente deveria ser uma altura de comemorações, de partilha e tudo o mais que nós tão bem sabemos... no entanto sabemos que assim não acontece.
Falo por mim, pelos que estão próximos de mim e provavelmente por muitas centenas de pessoas que sentem o mesmo que eu. Umas por uns motivos, outras por outros, a maioria pela dita cuja crise, mas eu... nem sequer aponto isso no meu caso como a principal questão, pois a crise, não é de hoje, a crise já tem muitos meses, já o ano passado se falava também do mesmo assunto e não foi por isso que não se viu correrias desenfreadas aos shoppings, filas e filas de carros para entrar dentro dos shoppings, carrinhos cheios até a cima de brinquedos, enfim... não preciso de dizer mais, penso que já alcançaram o que quero dizer.
Nós temos o Vicente, lógico que lhe vamos dar brinquedos, eu posso-vos dizer que já vi várias coisas que lhe gostava de comprar, no entanto não só pela crise, mas sim para que de pequeno não fique com a ideia de que se pode dar tudo o que se quer...
Não é por ter mais brinquedos que vai crescer melhor e mais saudável, é por ter amor, carinho, atenção e muitas outras coisas, que o vai fazer crescer (mentalmente). Deus permita que não aconteça connosco o que se vê acontecer no hipers, como miudos a fazerem grandes birras, porque querem algo que o amigo da escola também tem, etc...
Este ano deveríamos pensar talvez em darmos pequenas lembranças mas carregadas de emoção, em vez de uma prenda cara, um mimo, uma foto recordando um momento especial, um doce que é o predilecto da pessoa a quem vamos dar... entendem o que vos digo??
Este ano devíamos nos reunir em volta da árvore, do presépio ou da mesa e recordar outros Natais, pessoas que já partilharam connosco, épocas felizes. Dar mais importância aos sentimentos, deixar de lado, ressentimentos, mágoas e fantasmas antigos, todos guardados numa gaveta, fechá-la à chave e deitá-la fora...
Quando este Natal se reunir com a sua família, numa mesa repleta de iguarias, lembre-se quantos são aqueles que não sabem o que é isso de ceia de Natal e não falo só da comida, falo de tudo o resto... lembre-se disso! E já agora em Feliz Natal...
Jokas a todos

Sandra C.

Sem comentários: